Professores

Alexis Quezada e Celine Giordano:

Alexis e Celine propõem um tango moderno e sóbrio, com uma escuta intensa e preciosa do par de baile e da música, apresentando ma musicalidade delicada, precisa e criativa. Dançam e ensinam em abraço (muito) fechado.

“Gostamos de dançar abraçados, apenas abraçados.

Como bailarinos, tentamos faze-lo com calma e delicadeza. Que o nosso corpo e o do nosso par possam desfrutar da música e do movimento, sem stress, sem complicações que possam prejudicar o baile.

Cuidamos muito o abraço. Consideramo-lo um dos atos mais potentes que o ser humano tem para entregar e receber afetos É uma ação que nos sintoniza com a emoção.

Tentamos ensinar aos alunos a ter calma, calma e muita calma. Preocuparmo-nos, em primeiro lugar com o nosso par, em trata-lo com dulçura.

Tentamos transmitir a ideia de um abraço com vida, que possa comunicar o movimento e sensações. Um abrazo que permita que o o outro reconheça as nossa emoções, sem medo.

O movimento deve ser coerente e musical. Saber acompanhar a música e não ir atrás dela.

Gostamos de analisar as distintas formas de caminhar, de parar, de girar, de mudar de direção e dissociar em abraço, cada uma com as suas vantagens e sua aplicação na música que está a ser dançada.

Pensamos que parte da aprendizagem do tango é a aprendizagem do nosso corpo, das suas possibilidades e de como aproveita-las ao máximo.”

Teresa Eusébio e Silencio Azul:

Teresa Eusébio dança Tango argentino desde 2001 e começou a ensinar em 2008 na Equipa da Milonga d’A Barraca – Escola de Tango Milongueiro de Lisboa

David Figueira – Silencio Azul – dança Tango Argentino desde 2002 e ensina desde 2007, ano em que trabalhou nas Caldas da Rainha.

Trabalham juntos desde 2011 e São os fundadores da Associação Promotora de Tango Social que gere uma biblioteca especializada em obras relacionadas com a cultura rio-platense e onde desenvolvem um projeto de ensino de Tango Argentino para crianças, aulas regulares para adultos e pessoas portadoras de deficiência de todas as idades

As suas aulas focam-se na musicalidade, no abraço e na conexão, sem nunca esquecer os códigos da milonga e a sua aplicação.

Organizam a Milonga A Promotora desde 2011 e integram as equipas de organização dos encontros milongueiros A Promotora e Retiro Milongueiro. Silencio é também um DJ de referência quer a nível local quer a nível internacional no contexto dos encontros milongueiros.

Patrícia Santos e Gato Milongueiro:

Patrícia Santos e Gato Milongueiro, deram início á sua formação de tango argentino, respectivamente em Fevereiro de 2005 e Janeiro de 2004, com os professores Inês Tabajara e Dario Arevalo; entre 2005 e 2010 frequentaram  as aulas de Fernando Jorge e Alexandra Baldaque.

Desde 2006 têm-se envolvido num conjunto diversificado de actividades ligadas ao Tango Argentino, quais sejam: organização de milongas “El Sonero”, “Ritmos Bar” e “Desde el Alma”,  “à Base de Tango” (co-organização), La Social (Porto); leccionação de aulas em Aveiro(Sociedade Recreio Artístico de Aveiro, 2007), Viana do Castelo (Ritmos Bar, 2009) e Porto (Porto D’Artes, 2013 – até ao presente); participação como bailarinos na peça de teatro “Histórias para serem contadas” (Centro Dramático de Viana, 2009) e em Portugal[em]Tango 2010 e Portugal [em]Tango 2011, bem como no espectáculo “MorangoTango” (2009 e 2010).

Desde Novembro de 2005 que asseguram a Noche de Tango!, um  evento de periodicidade mensal no Café Lusitano (Porto).

Em 2012 (Jan-Jun), o Gato operacionalizou a iniciativa “Llama y… escucharemos!”, e de 2013 a 2016 editou o calendário “Milongueando en Europa”.

Co-organizaram, conjuntamente com Teresa Eusébio e Silencio Azul o Retiro Milongueiro, em 2015 e 2016 e com Inês Tabajara e Carlos Cabral, em 2012 e 2013 o “Ensueños”, sendo que a Patrícia Santos se mantém, na edição de 2017 deste encontro milongueiro, na sua organização.